16 de maio de 2010

O que faz dele um Rei?

Sua simplicidade? Seu carisma? Sua voz? Não. Nada disso faz de Roberto Carlos um mito. O que faz dele um ídolo é a forma como ele se comunica com as pessoas que como ele mesmo as definiu um dia são seres "iguais a ele".

Acompanhando essa tour internacional, o que mais me surpreende é a intensidade de como acontece os shows em cada mega ou pequena cidade de diversos paises e públicos extremamente diversos, mas que ao ouvir o sussuro alto de Roberto Carlos são um só. Pessoas que estão ali de frente a um homem o vigiando, querendo ver e as vezes entender cada detalhe de sua performance tão especial e única.

Para alguns Roberto Carlos é um cantor, para milhões de Latinos ele é um Rei. No dicionário a palavra Rei é definida como alguém soberano em um reino. Então o que forma o reino de Roberto Carlos são esses súditos espalhados pelo mundo. Sempre que perguntam ao Roberto Carlos o que faz dele um Rei, a resposta de pronto é que ele não se sente assim e que esse carinho do público com ele é graças ao Amor. Eu digo mais, é graças a sua inteligência sensacional que há quase meio século encanta todas essas gerações.

Ao subir no palco, ele não começa a cantar, primeiro ele tomba seu pesdestal como se fosse um ritual que só que está ali de frente consegue entender. Nesse momento ele é Soberano. O ritual continua com a primeira música que sempre diz o mesmo (Quando eu estou aqui, eu vivo esse momento lindo...), mas mesmo ela sendo sempre a mesma tem a cada novo encontro um sabor e uma recepção sem igual.

Os detalhes da sua roupa, o cabelo, a mesa com rosas ao lado, seu tablado branco, e principalmente seus gestos deixam qualquer ser humano curioso. Por meio dos gestos Roberto Carlos expressa exatamente o que está sentindo naquele momento, são muitas vezes uma interpretação da letra da canção e em outras vão para além disso e se torna uma análise do seu momento que nós não conhecemos.

No Brasil ele é Rei, do Canadá para baixo ele é Rey. O que muda não é só a língua, mas sim o momento, o sentimento. No Brasil ele tá em casa, no México ele é uma visita que sempre deixa saudade, no Peru ele é hoje um senhor que há 17 anos não os visitava, nos Estados Unidos ele foi reconhecido pelo Presidente da maior gravadora do mundo com o Rei da canção latina.

São esses detalhes que junto com aos Detalhes cantados em uma de suas mais famosas canções fazem com que continentes, idades, línguas e crenças chorem, dêm risadas e aplaudam de pé este homem, que diferentemente do que ele acredita, não é igual a nenhum de nós. Afinal Roberto Carlos é Rei, es Rey. Roberto Carlos é soberano ao seu reino.

Felipe Moura

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Essa seção é a sua ligação com a Administração do Blog Rey Roberto Carlos. Deixe sua opinião sobre o site, a matéria e mande seu recado.

Blog Rey Roberto Carlos

Busca